7 princípios de persuasão, emoção e confiança

Se você projetar um site seguindo um processo de design centrado no usuário, sabemos que as pessoas conseguirão encontrar facilmente as informações para interagir. Mas para o bem da verdade, preciso lhe dizer que uma boa usabilidade não é garantia de sucesso para nenhuma interface. Mesmo que o seu site seja fácil de usar, isso não assegura que ao encontrar a informação que procura, o usuário de fato vá interagir com ela, ou até mesmo clicar nos botões de que precisa. E mesmo que ele chegue a interagir, será que esse usuário voltará a acessar o seu site novamente com a mesma finalidade.

Se você quiser ir um pouco além da usabilidade, e fazer com que os usuários de fato desejem interagir com o seu site, precisará ir um pouco mais a fundo e aplicar alguns conceitos de persuasão, emoção e confiança.

A Dra. Susan Weinschenk, que tem experiência de mais de 30 anos como consultora em todo o mundo, e é chefe de UX Strategy da Human Factors International, compartilhou um vídeo onde ela explica sete princípios para tornar o seu site mais atraente, ilustrando tudo através de um diagrama. Assista ao vídeo abaixo, e leia em seguida a lista com os sete princípios (com a minha tradução e adaptação livre).

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=3J85SUZFXNM?rel=0]

7 princípios para tornar o seu site mais atraente

  1. Limite o número de opções.
    Se os usuários têm muitas opções, eles demoram a se decidir e acabam por não escolher nenhuma. Forneça apenas um número reduzido e essencial de opções, para não sobrecarregar cognitivamente os usuários e facilitar o processo de escolha;
  2. Validação social.
    Quando uma pessoa está incerta quanto ao que fazer, rapidamente ela procura saber o que os outros pensam a respeito, para que assim possa se decidir. Por isso, possibilitar que as pessoas expressem sua opinião através de avaliações ou depoimentos pode ajudar aqueles usuários indecisos a efetuar as suas escolhas, além de validar positivamente o seu serviço e proporcionar confiança ao dar voz ativa as pessoas.
  3. Princípio da escassez.
    Quando um produto não costuma estar muito disponível ou é difícil de se conseguir, é visto como mais valioso pelas pessoas. Por isso, quando um site diz que uma determinada promoção irá durar apenas até o fim de semana, ou então que restam apenas 4 lugares em um determinado voo, isso se converte para o nosso cérebro em sinais de que “é melhor se apressar para não perder essa oportunidade”.
  4. Comida, sexo e perigo.
    Nossa mente consciente costuma ser muito sensível e alerta a mensagens relativas a comida, sexo e perigo. Não que você deva usar objetivamente esses símbolos em seu sentido literal (pode não ser apropriado), mas utilizar analogias com esses símbolos para exemplificar situações de saciedade, prazer ou riscos pode ser um bom gatilho para incentivar uma ação.
  5. O poder dos rostos.
    Nosso cérebro tem uma predisposição a prestar atenção em rostos. Se você tem fotos de pessoas em seu site, com olhares alegres e confiantes, mirando o céu e o horizonte, pode ter certeza de que isso irá influenciar positivamente as decisões dos usuários. As pessoas costumam se concentrar principalmente nos olhos dessas imagens.
  6. Boas histórias.
    Há pesquisas que mostram que o cérebro humano processa melhor as informações quando elas estão em forma de histórias. Procure sempre desenvolver um enredo que crie conexões e sentido dentro da sua navegação e do seu conteúdo.
  7. Compromisso.
    Peça e incentive o usuário a criar algum pequeno compromisso com algo relativo ao seu site ou conteúdo. Esses compromissos podem ganhar força e solidificar com o tempo a relação entre você e o seu público, fazendo com que as pessoas se tornem mais fiéis ao seu site.

Faça aqui o download do diagrama apresentado no vídeo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima