Exemplo de teste de usabilidade com protótipos de papel

Realizar um teste de usabilidade no início do processo de planejamento de um website pode gerar um ótimo retorno sobre o investimento, além de poupar muitos possíveis retrabalhos. Uma das possibilidades para se fazer isso é utilizar protótipos de papel, que permitem que você faça testes com um investimento pequeno de tempo.

Porém, a baixa fidelidade desses protótipos, a disparidade com a interação digital e a falta e contexto apropriado de utilização podem fazer com que esse tipo de teste não proporcione o feedback mais adequado. A própria necessidade de uma figura humana fazendo a intervenção para simular o funcionamento da interface pode influenciar o mapa mental do usuário.

Esses fatores fazem com que os testes de usabilidade com protótipos de papel não sejam uma unanimidade entre os profissionais da área, já que muitos questionam e duvidam da sua real eficácia. Eu particularmente acredito que não seja ideal efetuar esse tipo de teste para simular o comportamento de um sistema inteiro. Talvez utiliza-lo para receber feedbacks de uma tarefa pequena e específica possa ser mais proveitoso.

Para apimentar essa discussão, reproduzo abaixo um vídeo produzido em 2010 pelo já extinto Blue Duck Labs (hoje Conjure), mostrando um exemplo de teste de usabilidade feito com uma criança, utilizando apenas protótipos de papel.

E você, o que acha desse tipo de teste? Deixe seu comentário e vamos aprofundar essa discussão 🙂

https://www.youtube.com/embed/9wQkLthhHKA?rel=0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima