#PegaaDica: Open vs. Closed Card Sorting

Você já deve ter ouvido falar em card sorting. Chegou o momento de entender quando e como usar a versão aberta e a fechada desta ferramenta. Confira!

Uma mesa com diversos papéizinhos recortados, divididos em agrupamentos. Ao redor da mesa, duas mulheres: uma observa e a outra faz a divisão dos papéis.
Ferramenta card sorting sendo aplicada.

Você já deve ter ouvido falar em card sorting, né? Essa é uma ferramenta de UX muito utilizada para estruturar a arquitetura de informação de um projeto. E ele pode ser feito de duas maneiras.

No card sorting fechado, você dá a lista de categorias e de itens para as pessoas relacionarem. Já na versão aberta, elas têm os itens, mas são livres para criarem as categorias e fazerem a relação entre uma coluna e outra.

No #PegaaDica de hoje, trouxemos um vídeo do NNgroup que fala exatamente disso: quando usar uma maneira e quando usar outra. E é daquele jeitinho que a gente gosta: curtinho, rápido e didático!

Aprendemos que:

As duas maneiras de realizar o card sorting podem ser complementares, começando com a aberta, para descobrir o que o faz sentido para o seu público, e finalizando com a fechada, para confirmar que as pessoas têm o mesmo entendimento sobre o que pertence a cada categoria.

E além do card sorting fechado, você pode usar o tree test, que se parece mais com o menu que as pessoas acessam nos sites, facilitando o entendimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima